Aprender A Tocar Violão De modo Rápida E Simples

24 Mar 2019 03:18
Tags

Back to list of posts

<h1>Informa&ccedil;&otilde;es Como Entender Guitarra</h1>

<p>Descrever a m&uacute;sica da Rep&uacute;blica Democr&aacute;tica do Congo &eacute; &aacute;rduo, devido &agrave;s excentricidades que rodeiam as significa&ccedil;&otilde;es de in&uacute;meros termos. O pr&oacute;prio povo foi outrora chamado &quot;Zaire&quot; e &eacute; &agrave;s vezes mencionado nesta hora como Congo-Kinshasa para distingui-lo da Rep&uacute;blica do Congo (ou Congo-Brazzaville).</p>

<p> Hey Ho Let’s Go! Minha Semana Como Um Ramone , &quot;Congo&quot; vai impor-se especificamente &agrave; &quot;Rep&uacute;blica Democr&aacute;tica do Congo&quot; salvo aplica&ccedil;&atilde;o em inverso. Desde a &eacute;poca colonial, Kinshasa, capital do Congo, vem sendo um dos grandes centros de inova&ccedil;&atilde;o musical, ranking paralelamente Nairobi, Lagos, Johannesburg e Abidjan de influ&ecirc;ncia.</p>

<p>A na&ccedil;&atilde;o, mas, foi formado a come&ccedil;ar por territ&oacute;rios controlados por diferentes grupo &eacute;tnicos, diversos dos quais tinham insuficiente em comum um com o outro. Do mesmo jeito grande cota da &Aacute;frica, o Congo foi dominado no decorrer da Segunda Disputa Mundial era da rumba, uma fus&atilde;o de latim e estilos musicais africanos que vieram da ilha de Cuba. Os m&uacute;sicos congoleses apropriaram-se da rumba e adaptaram as tuas caracter&iacute;sticas de seus pr&oacute;prios instrumentos e gostos. Ap&oacute;s a Segunda Luta Mundial, a record labels come&ccedil;ou a apresentar-se, inclusive CEFA, Ngoma, Loningisa e Opika, cada emissora de diversas grava&ccedil;&otilde;es de 78rpm; Radio Congo Belge bem como come&ccedil;ou transmiss&atilde;o durante esse tempo.</p>

<ul>
<li>Ursinhos Carinhosos</li>
<li>13 Zoey Carol Crespo Sim&otilde;es N&atilde;o N&atilde;o N&atilde;o 3&ordm; Ambiente 1&ordm; Espa&ccedil;o N&atilde;o N&atilde;o</li>
<li>Garantia de Euforia</li>
<li>Deslocar-se devagar</li>
<li>&quot;Sifting&quot; 5:22</li>
<li>1 Biografia 1.1 Carreira 1.1.Um Antes do Raimundos</li>
<li>Transponha e imprima cifras com os diagramas de acordes</li>
<li>1 Defini&ccedil;&atilde;o da t&eacute;cnica “Bend”</li>
</ul>

<p>Bill Alexandre, um belga trabalhando pra CEFA, trouxe guitarras el&eacute;tricas pro Congo. Bandas Transformam Avenida Paulista Em Palco E Faturam At&eacute; R$ 200 Por Dia incluem Feruzi, que &eacute; dito ter popularizado a rumba durante o dec&ecirc;nio de 1930 e guitarristas como Zachery Elenga, Antoine Wendo Kolosoy e, mais influentemente, Jean Bosco Mwenda. A Apar&ecirc;ncia No Viol&atilde;o Cl&aacute;ssico/Erudito , outros g&ecirc;neros importados como americana swing, franc&ecirc;s cabar&eacute; e ganesa highlife bem como foram populares.</p>

<p>Pela d&eacute;cada de 1950, Kinshasa e Brazzaville se tornaram culturalmente associados, e diversos m&uacute;sicos moviam-se pra frente e pra tr&aacute;s entre eles, os mais consider&aacute;veis inclusive Nino Malapet e fundador da OK Jazz, Jean Serge Essous. Tecnologia de grava&ccedil;&atilde;o tinha-se constru&iacute;do para considerar tempos de toques mais longos, e os m&uacute;sicos concentraram-se no seben, uma pe&ccedil;a musical percuss&atilde;o rompe com um tempo rapidamente que foi comum na rumba.</p>

<p>V&aacute;rios dos mais influentes m&uacute;sicos da hist&oacute;ria do Congo surgiram de uma ou mais dessas grandes bandas, incluindo Sam Mangwana, Ndombe Opetum, Vicky Longomba, Dizzy Madjeku e Kiamanguana Verckys. Stukas e Zaiko Langa Langa foram as duas bandas mais influentes a surgir dessa &eacute;poca, com Zaiko Langa Langa come&ccedil;ando a ser um significativo porqu&ecirc; de m&uacute;sicos como Pepe Feli, Bozi Boziana, Evoloko Jocker e Papa Wemba.</p>

<p>At&eacute; o in&iacute;cio da d&eacute;cada de 1990, o contexto da m&uacute;sica popular congolesa tinha diminu&iacute;do terrivelmente. Diversos dos mais conhecidos m&uacute;sicos da data cl&aacute;ssica tinha perdido sua margem ou morreram, e pelo regime do presidente Mobutu prosseguir a reprimir m&uacute;sica ind&iacute;gena, refor&ccedil;ando status de Paris como um centro pra m&uacute;sica congolesa.</p>

<p>Pepe Kalle, Kanda Bongo Man e Rigo Starr estavam todos em Paris e foram os mais populares m&uacute;sicos congoleses. Novos g&ecirc;neros como madiaba e mutuashi de Tshala Mwana conseguido alguma popularidade. Kinshasha ainda tinha m&uacute;sicos populares, por&eacute;m, incluiu Bimi Ombale e Dindo Yogo. Em 1993, diversas das maiores bandas indiv&iacute;duais e bandas na hist&oacute;ria do Congo foram reunidas pra um evento que ajudou a revitalizar a m&uacute;sica congolesa, e assim como deslanchar as carreiras de bandas como a popular Swede Swede.</p>

orador-de-musica-vetorial-em-arte-suja_1394-1262.jpg

<p>Durante a d&eacute;cada de noventa, Professor Conta Como S&atilde;o As Aulas De Idiomas Para Jogadores De Futebol dominou o cen&aacute;rio musical, &eacute; congol&ecirc;s Koffi Olomide, colecionando uma s&eacute;rie de pr&ecirc;mios, no decorrer, incluindo um recorde quebrado Kora Awards 4. Ewens, Graeme. &quot;Heart of Danceness&quot;. 2000. In Broughton, Simon and Ellingham, Mark with McConnachie, James and Duane, Orla (Ed.), World Music, Vol. 1: Africa, Europe and the Middle East, pp 458-471. Rough Guides Ltd, Penguin Books. Stewart, Gary. (2000) Rumba on the River: A history of the popular music of the two Congos Verso.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License